Consagração de Direitos Humanos Imperativos: Reavivar o Diálogo entre os Tribunais Internacional e Regionais

  • Catherine Maia

Resumo




Da análise da jurisprudência do Tribunal Internacional de Justiça e dos tribunais regionais dos direitos humanos europeu, interamericano e africano sob o prisma da consagração da noção de jus cogens, surge um diálogo amplamente moribundo entre os juízes. Uma consagração prudente e totalmente autocentrada pelo juiz internacional opõe-se a uma consagração contrastada e amplamente autocentrada pelos juízes regionais.




##submission.authorBiography##

Catherine Maia

Professora da Universidade Lusófona do Porto (Portugal) Visiting Professor da Sciences Po Paris (França).

 
Publicado
2020-12-16
Como Citar
MAIA, Catherine. Consagração de Direitos Humanos Imperativos: Reavivar o Diálogo entre os Tribunais Internacional e Regionais. Revista do Instituto Brasileiro de Direitos Humanos, [S.l.], v. 20, p. 81-96, dez. 2020. ISSN 1677-1419. Disponível em: <http://revista.ibdh.org.br/index.php/ibdh/article/view/423>. Acesso em: 23 jan. 2021.
Seção
Artigos