Barros, A. (2016). DIREITO À AFETIVIDADE DIVERGENTE NO CONTEXTO DA PÓS-MODERNIDADE: O RELATIVISMO COMO ESTRATÉGIA DE ATUAÇÃO PRESTACIONAL DO ESTADO. Revista Do Instituto Brasileiro De Direitos Humanos, (16). Recuperado de http://revista.ibdh.org.br/index.php/ibdh/article/view/341